JEI - Jogos Escolares de Itajaí

Criado em 1992, este novo modelo veio para substituir a OLEI - Olimpíada Estudantil de Itajaí.

A OLEI era organizada inicialmente pelo GESI - Grêmio estudantil do Colégio Salesiano e foi incorporada a seguir pelo órgão de administração esportiva do município a CME (comissão municipal de esportes). Eram tempos diferentes onde a cidade contava com apenas um ginásio de esportes, o "Ivo Silveira", onde aconteciam as disputas das modalidades coletivas.

A participação de municípios vizinhos era outro diferencial da OLEI. As cidades de Navegantes e Balneário Camboriú representadas respectivamente pelo Colégio Júlia Miranda de Souza e o Colégio Agrícola, participavam ativamente de todas as edições dos jogos.

No regulamento da época não havia restrições quanto ao limite de idade, favorecendo assim a participação dos colégios com cursos noturnos, aumentando a disputa e tornando as competições ainda mais acirradas. Desde aquela época os colégios São José e Salesiano já despontavam como as maiores expressões da competição, seguidos pelo Colégio Fayal e Colégio Nilton Kucker. Mais tarde, com a criação da FEPEVI (UNIVALI) e anos depois do Colégio Unificado, esta liderança esteve ameaçada e a cada edição despontava um novo líder.

A grande diferença de estrutura em relação aos jogos da atualidade não impediu que a antiga competição fosse a base da formação esportiva do município. Os grandes atletas da época se tornaram em alguns casos nos excelentes técnicos de hoje e alguns grandes técnicos da época ainda contribuem para o sucesso do esporte Itajaiense. Como importantes exemplos podemos citar: O Professor Dario Passos, Verônica Roncelli (coordenadora de Projetos do Colégio Salesiano), Edgar da Conceição, Kátia da C. Cruz, Ademar Steil, De Paula, além de outros importantes atletas e técnicos que passaram pelo evento, além de outros que já nos deixaram.

O JEI, como versão moderna dos jogos ainda desperta o interesse dos jovens, sendo o primeiro passo para a formação de um atleta e peça importante no currículo esportivo. A cidade de Itajaí conta hoje com cerca de oito colégios particulares e a rede municipal de ensino cresceu em dimensões ainda maiores, fazendo crescer com isto o universo esportivo e favorecendo o incremento das disputas nos jogos. Os colégios particulares já não são os únicos campeões, embora o Colégio Salesiano tenha o título de campeão Geral do JEI por 9 vezes.

(Texto adaptado, elaborado pela Comissão Organizadora do JEI/2005.)