Oficinas de Sociologia

Fonte: http://rse.org.br

Objetivo Geral:

Colaborar com a construção do Projeto de Vida  dos adolescentes e jovens, através da ação social e reflexão sobre a realidade social, possibilitando aos jovens o exercício do protagonismo.

Por que Oficina de Sociologia?

Somos uma  escola católica que tem como missão “promover o desenvolvimento integral do educando, traduzindo o Sistema Preventivo de Dom Bosco num "Jeito Sempre Novo de Educar" e temos como um dos valores a solidariedade,  expressa no “compromisso para a geração de uma cultura de justiça e paz como expressão concreta da caridade”. Quando Padre Natali Vitali esteve em visita  ao Salesiano, como Visitador Geral, representando  o Reitor Mor,  deixou-nos um pedido, de que  a presença Salesiana em Itajaí “transpusesse  seus muros” e de que a pastoral, como um todo, focasse no apostolado dos jovens. Papa Francisco nos convida a levar adiante o projeto de uma Igreja (escola) mais humama e voltada para as periferias existenciais (Evangelii Gaudium).

A lei Nº 11.684, de junho de 2008,  altera o art. 36 da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, incluiu a Filosofia e a Sociologia como disciplinas obrigatórias nos currículos do Ensino Médio, e coloca como objetivo da inclusão da Sociologia, a “compreensão das práticas sociais”, a “preparação básica para o trabalho” e o “exercício da cidadania”.

A partir deste painel e para que nossos alunos do Ensino Médio encontrem significado no estudo da Sociologia, e porque não dizer também do ERE e da Filosofia, é que estamos concebendo uma forma de estudar esta disciplina a partir de projetos,  concebidos e realizados na escola e na comunidade onde moram nossos alunos, tendo como parceiras instituições que atuam no mundo do trabalho, na  saúde, em grupos de risco, de idosos, Igrejas  e na educação em geral. 

Estudar os teóricos da Sociologia e debater questões sociológicas em sala de aula não é suficiente quando se quer cidadãos honestos, comprometidos com a sociedade e engajados  na construção de um mundo mais humano. 
      
Metodologia:

O trabalho será realizado com ênfase no protagonismo juvenil, ou seja, de planejando, executando, avaliando e buscando melhoria com  os jovens. Como mediador dos projetos teremos os assessores da AJS e o Coordenador do SAP e pelo professor de Sociologia.  Cada equipe planejará suas ações – atividades de campo, leituras e debates – avaliará o processo e os resultados obtidos.

Todos os projetos serão  apresentados por ocasião do Banho de Cidadania (final de agosto e início de setembro) ou da Ação de Graças (em novembro). 

Clique para fazer o download do cronograma das atividades de contraturno 2017.

Fonte: http://rse.org.br